Artigos, Saúde e Bem-estar

A CIÊNCIA DA PSICOSSOMÁTICA – OS MIASMAS

Nem teus piores inimigos podem fazer tanto dano
como teus próprios pensamentos. Budha.
Nossos pensamentos são fluidos que emanamos pela força mental e nossas emoções, assim, lançadas no espaço acabam criando as chamadas formas-pensamento.
 
Essas formas pensamento são capazes de alcançar pessoas, lugares e animais.
 
Costumamos ouvir que as preces emitem energia de amparo e amor a quem se destina, estudos científicos demostram isso.
 
Quando em nosso pensamento desejamos que alguém se dê bem em suas atividades (entrevistas, novo emprego, melhora na saúde etc.) estamos emanando energias que se transformam em formas pensamento (com um emissor e um receptor).
 
Agora, se o pensamento for negativo, ocorre o mesmo, essas formas-pensamentos também são enviados ao receptor pelo emissor (inveja, raiva, preconceitos etc.)
Porém, a qualidade de pensamento, gera um campo vital que não só afeta ao receptor (aquele que recebe), também afeta o emissor (aquele que envia).
MIASMAS

As formas-pensamento ou fluidos que partem do pensamento e se densificando tornam-se miasmas, eles normalmente são de uma fonte negativa.

Miasmas podem afetar nossa psicosfera (ou aura) por ser uma emanação eletromagnética, capaz de alterar nosso padrão psíquico e nosso estado emocional e físico.

Os miasmas deletérios (fluidos negativos) podem nos perturbar.

Influenciando-nos aos maus pensamentos e atingindo não somente a nós como ao ambiente, carregando-o de negatividade.

Os miasmas ficam armazenados no corpo sutil, particularmente no corpo etérico, emocional e astral.

Alguns miasmas são transmitidos geneticamente para as gerações seguintes.

Miasma não é uma doença, mas, é potencial para criar doenças.

Os miasmas são um padrão utilizado pelo Karma.

O Dr. Richard Gerber fala o seguinte sobre os miasmas:

A fusão entre as forças da alma e as propriedades etéricas determinam o momento em que um miasma irá manifestar-se no corpo físico para transformar-se numa doença ativa.

Isso acontece quando o padrão energético do miasma penetra no corpo físico.

Eles podem estar em estado de dormência no corpo sutil durante longos períodos de tempo

Eles estão organizados nos corpos sutis, e, aos poucos, através dos campos biomagnéticos, penetram no nível molecular, depois no nível celular e finalmente, no corpo físico.

Ainda que os organismos patogénicos sejam eliminados com antibióticos, os traços energéticos permanecem ali a nível oculto e eles são incorporados ao campo biomagnético e aos corpos sutis do indivíduo.

Eles permanecem até que seu potencial tóxico latente seja liberado no nível molecular/celular da pessoa.

Os miasmas enfraquecem as defesas naturais do corpo, provocando a manifestação
de diferentes doenças do corpo.

Os miasmas podem criar-se por exposição a bactérias, vírus, substâncias químicas tóxicas
e até mesmo radiações.

Quais são as consequências de isso?

Podem ir desde problemas físicos, graves ou não, até perturbações espirituais que, se não combatidas a tempo, podem se transformar em sérios distúrbios psíquicos, acarretando sérias doenças.

Larvas astrais são bastante “aderentes” e se multiplicam com muita facilidade, bastando, para isso, que se lhes ofereçam as mínimas condições mentais e energéticas.

COMO ELIMINAR OS MIASMAS E AS DOENÇAS PROVOCADAS POR ELES.

Existem diferentes métodos para eliminar e retirar os miasmas e suas nefastas consequências

  • Através de essências e frequências vibracionais que atuam modificando precursores energéticos das doenças e dos miasmas.
  • Samuel Hahnemann, o pai da moderna homeopatia, achava que os miasmas eram a causa original de todas as doenças crónicas e fator que contribuía para o surgimento de muitas doenças agudas. Ele os trabalhava com homeopatia.
  • Frequências de tecnologias vibracionais quânticas.
  • Frequências florais quânticas.
  • Florais de Bach.
  • Limpezas energéticas, como ervas, sais, sahumerios e conjuros.
0
WhatsApp chat